• Clássicos da Literatura Triste fim de Policarpo Quaresma

Esta coleção traz grandes clássicos da literatura brasileira, adaptados em linguagem simples e adequada ao público infantojuvenil. É uma excelente ferramenta escolar e até de preparação para concursos, como o vestibular. Traz ainda um suplemento pedagógico ao final de cada livro, que visa testar o entendimento do leitor sobre os textos. ... Obra pré-modernista de Lima Barreto, mostra-nos o extremismo de um patriotismo exacerbado, do tipo que quer ver o amor ao país e às suas leis acima de qualquer outra ação. Policarpo Quaresma é o modelo de brasileiro incorruptível e amante da terra onde nasceu, capaz de todos os sacrifícios por ela. O exagero serve para salientar as tensões com a proximidade da mudança política que o país estava para sofrer e os interesses acima dos ideais. É uma obra para ser lida tendo como parâmetro o panorama histórico e político da época. ... Afonso Henriques de Lima Barreto (1881-1922) Em sua época, Lima Barreto não chegou a conquistar reconhecimento por sua produção literária. Em parte, por sua origem humilde e sob a acusação de não ter estilo. Após um século, entretanto, o escritor virou um respeitado pré-modernista por sua visão da realidade brasileira. A linguagem adotada por Lima Barreto aproxima-se da jornalística, estilo que faria escola entre vários autores, após 1922. O título ora adaptado foi, na época, uma profecia dos regimes autoritários que se instalariam ao redor do mundo, a partir de 1930. Lima Barreto já sintetizava o engrandecimento da Pátria, um governo forte ou até mesmo o autoritarismo. Todos os seus romances carregam as próprias experiências do autor, com rica descrição da política, dos habitantes e com claros traços do ideal socialista que Lima Barreto cultivava.

Clássicos da Literatura Triste fim de Policarpo Quaresma

  • Modelo: 50634
  • Situação: Disponivel