• Clássicos da Literatura Memórias de um Sargento de Milícias

Esta coleção traz grandes clássicos da literatura brasileira, adaptados em linguagem simples e adequada ao público infantojuvenil. É uma excelente ferramenta escolar e até de preparação para concursos, como o vestibular. Traz ainda um suplemento pedagógico ao final de cada livro, que visa testar o entendimento do leitor sobre os textos. ... De Manuel Antonio de Almeida, a história se passa no Rio de Janeiro do século XIX e narra a vida de personagens comuns no meio social das classes baixa e média, fato bastante inovador entre os romancistas da época, que sempre preferiam retratar a aristocracia. Leonardo é o sargento de milícias cuja vida é contada desde a infância, sobre a qual o autor não deixa de aplicar pitadas de humor e mostrar a simplicidade do povo brasileiro. ... Manuel Antônio de Almeida (1831 - 1861) Memórias de um Sargento de Milícias foi a única obra desse jornalista que também fazia traduções e escrevia para jornais. Suas letras reproduziam o Rio de Janeiro de 1800, com seu cenário típico, costumes, sua gente, seus vícios e virtudes. Almeida narrava a realidade com boas doses de humor, enquanto abandonava o ponto de vista da burguesia urbana para representar o povo e sua simplicidade, além de introduzir opinião sobre valores e comportamentos. Almeida é considerado um intermediário entre o Realismo e o Romantismo pelo estilo frouxo e o final feliz do romance. Em suas crônicas de costumes, o autor mantinha o acontecimento por núcleo e não em figurantes. Foi ele quem deu emprego e as primeiras orientações ao grande Machado de Assis, na Tipografia Nacional.

Clássicos da Literatura Memórias de um Sargento de Milícias

  • Modelo: 50788
  • Situação: Disponivel